Seja bem-vindo(a), hoje é Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

IBCC tem trabalho premiado no III Congresso Multiprofissional do Centro Universitário São Camilo

Nos dias 09 e 10 de novembro aconteceu III Congresso Multiprofissional do Centro Universitário São Camilo, que reuniu centenas de trabalhos de instituições a fim de apresentar estudos de casos para melhoria contínua na assistência. O IBCC apresentou dois trabalhos na área da Fisioterapia com os temas: “Impacto da mobilização precoce na alta hospitalar do paciente oncológico” e “O papel do fisioterapeuta no desmame ventilatório do paciente traquesostomizado em Unidade de Internação”. O destaque foi para o trabalho premiado com o tema “Relação da aceitação alimentar e o estado nutricional de idosos institucionalizados”, uma pesquisa realizada pela nutricionista, Priscila Santana Amad (foto).

Segundo pôster, o objetivo do estudo foi analisar as evidências científicas que retratam os fatores associados à desnutrição em idosos  institucionalizados, para contribuir com uma assistência qualificada. Após a análise de diversos estudos, foi possível identificar que, a institucionalização favorece o isolamento, a inatividade física e mental do idoso, acarretando em uma menor qualidade de vida. Através de uma análise descritiva, foram avaliados os fatores que apresentaram maior índice na presente pesquisa. Como conclusão, a especialista trouxe que os resultados demostraram que, os fatores psicológicos (depressão e demência), funcionais (dependência), alterações na mastigação e deglutição foram os principais aspectos relacionados à desnutrição. Já os fatores que mais afetam na aceitação dos idosos são os fisiológicos, seguido pelos alimentares e ambientais.

O apontamento  sobre a falta de compreensão/paciência por parte da equipe de enfermagem apresentou menor intensidade e pertence ao fator com menor média apresentada. Algumas inaptidões específicas como, a dificuldade em adquirir e preparar alimentos e a dependência para se alimentar, podem estar diretamente relacionadas a este contexto, reduzindo ou, limitando, a ingestão apropriada de nutrientes. Sendo assim, se faz necessário realizar avaliações multidimensionais da condição de saúde do  idoso, para permitir uma intervenção mais efetiva e integral. Além disso, os fatores identificados poderão contribuir para o desenvolvimento de estratégias capazes de garantir que a alimentação dos  idosos  ocorra de forma efetiva, durante o período de internação hospitalar.

© 2018 Instituto Brasileiro de Controle do Câncer