Seja bem-vindo(a), hoje é Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

Seus processos estão alinhados à estratégia de sua empresa?

Os processos impactam diretamente na gestão da estratégia. Quando tratamos de Processos X Estratégia, o foco é garantir que os processos estejam suficientes e alinhados. Cada atividade deve agregar valor ao processo. Para isto, temos a cadeia de valor, que é a representação gráfica de como a Instituição concretiza seus objetivos e permite ter uma visão sistêmica do negócio”, explica Fernanda de Luca, supervisora do Núcleo Integrado de Qualidade, Estratégia e Segurança do Paciente (NIQESP) do IBCC, durante o 6º módulo da Capacitação Integrada oferecida aos profissionais da Instituição.

Fernanda de Luca, supervisora do Núcleo Integrado de Qualidade, Estratégia e Segurança do Paciente (NIQESP) do IBCC

A organização deve sempre identificar processos críticos a partir da formulação da estratégia e criar um plano de ação para modelo de negócio. Isso, a partir do mapeamento da atual situação da empresa com parâmetros de mercado. “Onde estão as lacunas entre as minhas demandas em relação à operação? Devemos nos indagar sempre”, complementa a supervisora em palestra no anfiteatro do IBCC. Em alguns casos é preciso redesenhar processos de acordo com os objetivos da organização pensando em demandas e necesidades.

Ainda durante a palestra, foi apresentado o conceito de Triple Aim, proposto pelo Institute for Healthcare Improvement, que é baseado em três objetivos: melhorar a assistência do paciente em relação à assistência, aumentar a qualidade de saúde e reduzir custos. Estamos trabalhando com o conceito de Quadruple Aim que preconiza a inserção do profissional no processo, buscando um engajamento da equipe e melhor satisfação do cliente.  Outro tema abordado dentro da gestão de processos foram os processos com a filosofia Lean. Este sistema tem como principal foco a identificação e a posterior eliminação de desperdícios, com o objetivo de reduzir custos e aumentar a qualidade e a velocidade de entrega do produto aos clientes.

A linha do cuidado expressa o fluxo assistencial seguro e garante ao paciente um cuidado integral baseado em melhores evidências e práticas clínicas.

Os participantes praticaram a gestão de processos, dividindo-se em equipes para realizar a montagem de parte de uma aeronave. Peças foram distribuídas para cada parte da aeronave e ao final os grupos tiveram que montar o avião. “Pudemos perceber como cada setor tem a sua participação dentro do processo e a entrega do produto final depende de todos. Ficou a reflexão ao grupo: Será que oferecemos o produto que os nossos clientes imaginaram ao adentrar na Instituição? Como podemos fazer para oferecer o melhor produto aos nossos clientes?

Fernanda explica ainda que em algumas situações é necessário realizar a redefinição dos  processos, visando adequá-los às novas necessidades organizacionais (demandas e oportunidades de melhoria).

 

© 2018 Instituto Brasileiro de Controle do Câncer