Seja bem-vindo(a), hoje é Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018

Leucemia mieloide aguda (LMA) é uma doença pouco prevalente que acomete pessoas de diversas idades. Caracteriza-se pela substituição do tecido medular normal por células blásticas, ou seja, células hematopoéticas muito jovens e anômalas, que não preservam as funções originais. Os sintomas decorrem da diminuição da função medular normal: anemia, infecções e sangramentos.

Tratamento

O tratamento da leucemia mieloide aguda (LMA) deve ser iniciado em caráter de urgência e baseia-se em quimioterapia para destruir as células neoplásicas e intenso suporte clínico especializado. Existem tipos diversos de leucemia mieloide aguda (LMA), com características intrínsecas que indicam maior ou menor agressividade e, portanto, maior ou menor chance de cura com o tratamento quimioterápico convencional. Identificar esses fatores logo ao diagnóstico é relevante já que se deve considerar o transplante de medula óssea autólogo ou alogênico como parte do tratamento.

© 2018 Instituto Brasileiro de Controle do Câncer