Seja bem-vindo(a), hoje é Sexta-feira, 14 de Dezembro de 2018

IBCC inicia exames avançados para diagnóstico do câncer de próstata e para tumores neuroendócrinos

O PET-CT é uma revolucionária técnica de diagnóstico por imagem capaz de mostrar imagens da anatomia do corpo humano e avaliar suas alterações metabólicas. O PET-CT com 68Ga -PSMA é um novo método disponibilizado pelo IBCC que permite uma investigação no diagnóstico, estadiamento e planejamento terapêutico do câncer de próstata. Para o paciente é de grande importância, pois atua como um método capaz de detectar áreas onde o tumor está ativo mesmo com pequenas alterações do tradicional exame de PSA, identificando precocemente os locais de recidiva da doença.

Para o Brasil, estimam-se 68.220 casos novos de câncer de próstata para cada ano de 2018-2019. Esses valores correspondem a um risco estimado de 66,12 casos novos a cada 100 mil homens. Sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer de próstata é o mais incidente entre os homens representando uma estimativa de 31,70% em todas as Regiões do país, segundo o INCA.

A Medicina Nuclear do IBCC inova com a disponibilização desse serviço particular e que já está em análise para aprovação da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Até a liberação, o exame pode ser feito mediante acordos comerciais com as operadoras de saúde.

 Outros pacientes contemplados com os novos  exames são os portadores de tumores neuroendócrinos, como tumores Carcinoides, feocromocitomas, insulinomas, paragangliomas, entre outros, que podem realizar o exame de PET- CT com 68Ga -DOTATOC, para avaliar melhor a atividade de doença no corpo inteiro. Este exame já está disponível para realização pelos planos de saúde e agora, no IBCC, ficou mais fácil a sua realização com a disponibilidade do gerador de Gálio-68 no setor de Medicina Nuclear.

 

© 2018 Instituto Brasileiro de Controle do Câncer