Seja bem-vindo(a), hoje é Domingo, 21 de Outubro de 2018

IBCC inicia atendimentos ambulatoriais pela equipe de Controle da Dor

Todas as sextas-feiras o IBCC (Instituto Brasileiro de Controle do Câncer) disponibiliza atendimento ambulatorial na especialidade de Controle e Tratamento da Dor para pacientes de operadoras de saúde e particular. A especialidade foi implantada em agosto na instituição e já contempla também pacientes do SUS internados que necessitam de uma assistência especializada.

De 70 a 85% dos pacientes com câncer apresentaram, apresentam ou apresentarão dor durante a doença segundo a dra Cláudia Palmeira, uma das coordenadoras da especialidade no IBCC e com os avanços da medicina para a compreensão dos mecanismos da dor, que faz parte da realidade diária da maioria das pessoas, é importante que seja discutida essa questão, pois ela é um sintoma, geralmente resultado de diferentes quadros clínicos.

 O tratamento da dor é multidisciplinar no IBCC, exige que seja feito um diagnóstico correto do quadro doloroso e dos fatores envolvidos, sendo assim, o paciente deve ser atendido por um especialista no assunto. O Dr. Leonardo Santana é o médico responsável pelo atendimento ambulatorial que pode ser feito pelo telefone 3474 4200. Ele explica que existem diferentes formas de se tratar a dor, com opções que vão desde a farmacoterapia ao tratamento intervencionista. “Tudo depende do quadro em questão. Avaliamos por meio da utilização de escalas, que são unidimensionais quando avaliam a intensidade da dor, sendo as escalas mais comuns a de descritores verbais, que divide a dor em sem dor, dor leve, moderada, forte ou insuportável e a escala numérica, que é uma escala que varia entre zero e dez, onde zero significa sem dor e dez significa a pior dor possível. E outro método são as escalas multidimensionais que avaliam outros componentes da dor além da intensidade, como interferência no trabalho, nas relações pessoais, no sono, no humor, nas atividades diárias, entre outros”, explica o médico.

© 2018 Instituto Brasileiro de Controle do Câncer