Seja bem-vindo(a), hoje é Domingo, 23 de Setembro de 2018

IBCC discute Gestão de Performance Organizacional

Em continuidade aos encontros que constituem a Capacitação Integrada com temas interdependentes no IBCC, ontem (16), aconteceu o 4º módulo que abordou a gestão de performance organizacional. O consultor estratégico, Luiz Sedrani, da 3 Gen Consultoria, apresentou a importância dos indicadores estarem alinhados às tomadas de decisão da Instituição e que a análise da performance deve considerar não somente os resultados dos indicadores, mas aspectos qualitativos sobre o futuro do mercado, as tendências e desafios.

“Mediante uma situação de problema de negócio é preciso avaliar o contexto, as alternativas, selecionar as mais viáveis e tomar a decisão”, explicou Luiz. Os participantes acompanharam o modelo de gestão de performance, como por exemplo o mapa estratégico, que tem como objetivo , auxiliar todos que tomam decisões na organização. Durante a capacitação foram apresentadas variáveis de decisões que podem ser estratégicas, táticas e operacionais sendo alinhadas aos objetivos da organização. As de ação tática estão relacionadas aos macroprocessos e as operacionais estão ligadas aos processos do dia a dia.

A importância do benchmarking para utilizar indicadores também foi apresentada e os estudos de viabilidade que auxiliam os tomadores de decisão para grandes saltos que a Instituição está disposta a aceitar, com menor índice de riscos e ampliando a visão da Instituição sobre novas ações e negócios.

Lucas Augusto Radicchi, físico da Radioterapia do IBCC, considerou os assuntos abordados na capacitação importantes pois, o acompanhamento dos indicadores, o gerenciamento das atividades e a definição dos focos de análise são imprescindíveis para atingir o objetivo da Instituição. Fez também uma relação como os indicadores de resultado clínico podem ser utilizados para modelo de remuneração do mercado.

© 2018 Instituto Brasileiro de Controle do Câncer