Seja bem-vindo(a), hoje é Terça-feira, 19 de Novembro de 2019

Fato ou fake sobre o câncer de próstata?

7 de novembro

Neste mês em que se celebra a saúde do homem por meio da campanha Novembro Azul, o IBCC Oncologia apresenta esse é Fato ou Fake em que o urologista do hospital, dr. Alvaro Bosco, especialista em cirurgia de próstata, esclarece as principais dúvidas sobre a doença.

 

 

 

 


1. Paciente diagnosticado com câncer de próstata pode ser apenas acompanhado sem precisar de tratamentos invasivos como cirurgia ou radioterapia.
(  ) Fake
(  ) Fato

2. O câncer de próstata em estágio inicial não causa sintoma.
(  ) Fake
(  ) Fato

3. Quando o PSA é baixo não preciso fazer o exame de toque retal.
(  ) Fake
(  ) Fato

4. A elevação do PSA é uma certeza que estou com câncer de próstata.
(  ) Fake
(  ) Fato

5. Sentir dor ao urinar é um dos principais sintomas do câncer de próstata.
(  ) Fake
(  ) Fato

6. O câncer de próstata é doença de idoso.
(  ) Fake
(  ) Fato

7. O tratamento do câncer de próstata deixa o homem impotente.
(  ) Fake
(  ) Fato

8. Estudos mostram que sobrepeso e obesidade são riscos maiores para o câncer de próstata.
(  ) Fake
(  ) Fato

9. Apenas a biópsia pode confirmar ou não o câncer de próstata.
(  ) Fake
(  ) Fato

10. A incontinência urinaria é um dos principais efeitos da radioterapia para tratar o câncer de próstata.
(  ) Fake
(  ) Fato

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1 – Fato – Para doença localizada, ou seja, que só atingiu a próstata e não se espalhou para outros órgãos, cirurgia, radioterapia e até mesmo observação vigilante, em algumas situações especiais, podem ser oferecidos. Para doença localmente avançada, radioterapia ou cirurgia em combinação com tratamento hormonal têm sido utilizados. Para doença metastática (quando o tumor já se espalhou para outras partes do corpo), o tratamento mais indicado é a terapia hormonal. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.

2 – Fato – Na fase inicial, o câncer de próstata tem evolução silenciosa. Muitos pacientes não apresentam nenhum sintoma ou, quando apresentam, são semelhantes aos do crescimento benigno da próstata. No estágio avançado, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, insuficiência renal.

3 – Fake – O PSA é uma proteína cuja função é liquefazer o sêmen. Na avaliação prostática, ele é dosado no sangue. Vinte e cinco porcento dos cânceres de próstata não elevam o valor do PSA. Desta forma, o toque retal e em casos selecionados a ressonância de próstata auxiliam na detecção da doença.

4 – Fake – O PSA é uma substância produzida pela glândula prostática. Doenças da próstata como hiperplasia prostática benigna ou infecção prostática podem fazer com que maior quantidade de PSA entre na corrente sanguínea do homem. Um PSA elevado não significa, portanto, câncer de próstata, mas sugere a avaliação de um urologista.

5 – Fake – Sintomas miccionais como jato fraco, dificuldade em segurar a urina, aumento da frequência miccional, necessidade de acordar à noite para urinar várias vezes ou mesmo ardência ao urinar estão mais relacionados às doenças benignas como prostatite ou infecção urinária.

6 – Fato – O câncer de próstata é mais comum com o aumento da idade, no entanto, homens acima dos 45 anos devem ficar atentos aos fatores de risco e precisam conversar com o urologista para a realização de exames que permitam a detecção precoce da doença.

7 – Fake – Dados mostram que metade dos homens com bom desempenho sexual antes do tratamento do câncer de próstata ainda terá uma boa função após o tratamento da doença. Outros homens apresentarão impotência moderada a severa, mas a maioria tem apenas uma pequena perda da função sexual, que muitas vezes volta ao normal dentro de alguns meses a um ano após o tratamento. A idade pode ser um fator complicador pois à medida que os homens envelhecem já têm algum comprometimento da função sexual.

8 – Fato – O excesso de gordura corporal aumenta o risco de câncer de próstata avançado.

9 – Fato – A biópsia é o único procedimento capaz de confirmar o câncer. A retirada de amostras de tecido da glândula para análise é feita com auxílio da ultrassonografia. Mas o IBCC realiza biópsia da próstata com fusão de imagem da ressonância magnética, em casos selecionados, o que aumenta ainda mais a chance de detecção da doença.

10 – Fake – Os estudos mostram que um em cada cinco homens tratados de câncer de próstata apresentam incontinência urinária como consequência do tratamento.

© 2019 IBCC Oncologia