Câncer de Mama

CÂNCER DE MAMA —CÂNCER

O câncer de mama é o segundo tipo mais comum entre as mulheres, depois do de pele não melanoma. É o tipo de câncer que mais mata mulheres no Brasil. Apesar de ser associado na grande maioria das vezes ao público feminino, ele também acomete homens, porem numa frequência muito menor do que às mulheres.

A última estimativa do INCA (Instituto Nacional de Câncer) é que tenhamos 59.700 novos casos no Brasil em 2018. Estatisticamente a maioria dos casos da doença aparece em pacientes acima dos 35 anos, porem não é incomum pacientes mais jovens também serem diagnosticadas.

Independentemente da idade, quanto mais precoce o diagnóstico, maior a chance de cura e menor dano à mulher. Por essa razão é muito importante consultar o médico anualmente, realizar o autoexame, e realizar as mamografias anualmente a partir dos 40 anos. Caso haja histórico de câncer de mama na família, a idade para o início das mamografias deve ser antecipada, de acordo com a orientação médica.

AUTOEXAME DA MAMA —AUTOEXAME

  • Passo 1: Levante o braço direito. Com os dedos, faça movimentos circulares e suaves por toda mama direita. Repita o processo na mama esquerda.
  • Passo 2: Com os braços baixos, inspecione as mamas em frente ao espelho.
  • Passo 3: Com os braços levantados, observe se há alguma alteração na forma ou aspecto das mamas e bicos.
  • Passo 4: Esprema o mamilo delicadamente e observe se sai qualquer secreção. A observação de alterações cutâneas ou no bico do seio, de nódulos ou espessamentos, e de secreções mamárias, não significa necessariamente a existência de câncer.

Os sintomas costumam surgir tardiamente, mas existem alguns sinais de alerta, como abaulamentos na mama e axila, alterações no formato da mama e secreções papilares espontâneas, que ao serem percebidos, a mulher deve procurar auxílio médico.

O diagnóstico positivo é sempre uma notícia impactante, mas é importante estar bem informada para conversar com a equipe médica sobre as opções de terapias disponíveis e mais apropriadas para cada caso.

O IBCC acredita que é preciso haver uma conscientização sobre a saúde da mulher considerando os aspectos físico e psicológico, buscando assim disseminar as informações mais importantes, incentivando sempre o autoexame e consultas regulares no médico. Ao sinal de qualquer caroço ou dor, o hospital aconselha a procura de um especialista para avaliação.

O melhor método para se diagnosticar precocemente o câncer de mama é o exame mamográfico. Por meio dele, pode-se identificar a doença antes mesmo dela se tornar um nódulo. Este exame pode detectar lesões não palpáveis e é indicado para mulheres que tem acima de 40 anos de idade.

Além disso, o hospital, incentiva e realiza constantemente pesquisas sobre o câncer, corroborando para a busca da cura. Quanto melhor a utilização da tecnologia e mais campanhas de conscientização, mais prevenida estará a mulher.

Faça uma doação!

Saiba como